Como encontrar internet wi-fi grátis com esse app

Em alguns dias, é comum que algumas coisas deem errado na nossa vida, certo? Quando mais precisamos, como, por exemplo, quando saímos de casa e vamos a um lugar distante para resolver algum problema, mas esquecemos o RG . 

A atendente então nos diz que é impossível realizar o procedimento que estamos solicitando sem o documento de identificação. Para a nossa sorte sempre temos uma foto ou digitalização do RG na nuvem, mas o pacote de internet móvel acabou, e agora? Wi-fi grátis na rua pode ser uma saída. 

Sim, é possível ter acesso à internet via wi-fi mesmo estando na rua. Isso porque várias empresas disponibilizam o acesso a seus clientes. Entretanto nem sempre sabemos onde há sinal disponível e gratuito. É aí que entra o app WPSApp, o aplicativo para encontrar internet em qualquer lugar.

Como encontrar internet wi-fi grátis com esse app

Continue lendo e confira mais informações sobre wi-fi públicas e como encontrá-las por meio de aplicativos de busca da internet wi-fi. Veja ainda como o aplicativo WPSApp funciona e se ele é eficiente. Separamos também um conteúdo extra ao final do artigo, não deixe de conferir. 

O que é o WPSApp

Antes de tudo, é importante entender que WPS significa Wi-Fi Protected Setup, o que em português seria “Configuração Protegida de Wi-Fi”. Isso porque, é possível se conectar a internet usando o WPS, sem a necessidade de senhas ao efetuar a conexão.

Caso você já tenha parado para observar, os roteadores possuem um botão com esse nome (WPS) e, é por meio dele que é possível conectar-se a uma rede que o dono não lembre a senha ou até mesmo conectar o aparelho de alguém sem que seja preciso dar a senha a ele. 

Nesse sentido, a função do aplicativo WPSApp é, basicamente, conectar smartphones, tablets, computadores e aparelhos como o Chromecast usando o número de PIN do roteador. No entanto, vale destacar que a plataforma está disponível apenas para aparelhos Android

Como usar o WPSApp 

Na tela inicial, aparecerá as redes de wi-fi disponíveis ao seu redor, tendo cada uma um sinal: um “x” vermelho, um símbolo verde ou uma exclamação. Confira abaixo o que quer dizer cada símbolo desse:

  • O “X” vermelho (❌): a rede não usa protocolo WPS para se conectar, portanto a senha é desconhecida e o aplicativo não pode conectar-se a ela.
  • O ponto de interrogação branco (❔): é possível se conectar a essa rede por meio do WPS.
  • O check verde (✅): é possível se conectar facilmente a elas.

Passo a passo

Agora que você já entendeu o que significa cada símbolo, continue lendo e siga esse passo a passo para usar da melhor forma possível o aplicativo WPSapp a fim de conseguir conectar às redes wi-fi disponíveis para uso. 

  1. Clique na rede que deseja visualizar e/ou se conectar e em seguida nas opções disponíveis que aparecerão;
  2. Ao selecionar “PIN Personalizado”, você poderá se conectar selecionando a opção “conectar (não root)”;
  3. Se você não é usuário ROOT, irá conectar-se a rede, mas não verá a senha. Já o contrário, os usuários ROOT poderão vê-la para as próximas conexões.
  4. Para finalizar, clique em “Continuar” e pronto.

Saiba mais: formas de proteger sua wi-fi de intrusos

Você sabia que é possível melhorar a velocidade da internet da sua casa? Isso porque muitas vezes, a internet lenta pode significar que alguém está utilizando a sua conexão Wi-Fi. Pensando nisso, elencamos 5 formas de proteger a sua rede de intrusos, portanto continue lendo para descobrir como. 

O primeiro passo é colocar uma senha para a sua rede wi-fi. Caso já tenha feito isso, há outras formas, como bloquear terceiros descobrindo quais são os aparelhos conectados (no menu “dispositivos conectados”). É recomendado também trocar o login e a senha do seu roteador, pois já existem malwares especialistas em descobrir as senhas padrões.  

Além disso tudo, também é comprovado que utilizar o protocolo “WAP2” é o mais seguro dentre os disponíveis atualmente. Por fim, a quinta forma é ativando o firewall do seu roteador, já que ele funciona como uma barreira, bloqueando tentativas de ataques, instalação de malwares, dentre outras atividades suspeitas em portas não utilizadas ou autorizadas.